quarta-feira, setembro 28, 2005

Evoluçao do Blog

Estou mesmo muito contente com a evoluçao do nosso blog!
Queria desde já agradecer as contribuiçoes do meu pai (que foram muitas como se pode ver) e da tia Pipas e do tio Luis Roquette (as fotografias estão muito giras).
Gostava de ver quem é o 1º a publicar uma fotografia da avó Leonor com o "puquenino"!
Agora é preciso que o resto da familia comece tambem a contribuir e a sugerir ideias!
Beijinhos para todos

O PICNIK



O Picnick começa a ser uma tradição e é a mais importante reunião da familia Mello Breyner. È importante não deixarmos morrer esta tradição. Infelizmente o ano passado não se realizou devido á operação da Prima Diana, a qual graças a Deus correu muitissimo bem. Assim aqui fica uma homenagem á Prima Diana com estas fotografias que foram uma contribuição do Primo Luis Roquette.
Na 1ª fotografia podemos ver o meu Pai e a Tia Nanena, e na 2ª o meu Pai e a sua querida afilhada e nossa querida prima Diana Roquette.

PAI E FILHO


Realmente a Prima Pipas é de facto extraordinária. Aqui têm mais uma contribuição dela. Na fotografia podemos ver o Avô Zé e meu Pai fardado de Mocidade Portuguesa.
"Lá vamos cantando e rindo..."

Tia Piedade e Tio João Ulrich


Mais uma excelente contribuição da Prima Pipas. Pipas, é um exemplo, a ver se as outras primas mandam alguma coisa também.

Avó Leonor e as "Puqueninas"


Excelente contribuição da Prima Pipas. Esta fotografia é da Avó Leonor com as Tias Rita, Conceição, e Piedade. Obrigado Pipas. Força primas mandem mais.

terça-feira, setembro 27, 2005

1ª Comunhão


Querida Familia

Hoje por acaso chegou-me ás mãos esta fotografia da 1ª Comunhão do Tia Tereza Cazal Ribeiro. Conseguem descubri-la? Acho que aqui está parecida com o João Ulrich da Tia Piedade. É a 1ª do lado esquerdo na ultima fila. Comentários?

segunda-feira, setembro 26, 2005

Matilde

Olá outra vez!Para quem nao sabe sou a Matilde, filha do Zé Tomaz!
Achava boa ideia que cada um de nós pusesse uma fotografia e que fosse apresentando um bocado da familia!
Espero que adiram e que vao passando palavra ao resto dos elementos da nossa grande familia (com muito orgulho)!
Beijinhos e nao se esqueçam: ESCREVAM!!!

Os 9 Filhos dos nossos Bisavós

Para que principalmente os mais novos percebam de onde vimos, os nossos Bisavós tiveram 9 filhos:


Francisco de Melo Breyner, 5º conde de Mafra * 24.10.1894 cc Maria Antónia Tedeschi Plácido * 26.10.1897 cs
Henrique Gonçalo Burnay de Melo Breyner * 10.1.1896 cc D. Júlia de Castelo-Branco de Castro e Almeida * 8.4.1889 ss
José Tomás Burnay de Melo Breyner * 7.4.1897 cc Leonor Correia de Sá Pinto Leite (Olivais) * 7.4.1897 cs
Maria Amélia de Melo Breyner * 31.8.1898 cc João Henrique Andresen cs
Teresa Josefa de Melo Breyner * 27.2.1900 cc Eduardo de Mascarenhas Valdez Pinto da Cunha cs
Maria da Luz de Melo Breyner * 15.9.1901 cc D. Bernardo de Vasconcelos e Sousa, 8º marquês e 5º conde de Castelo Melhor cs
António Tomás de Melo Breyner * 7.3.1903 cc I Eunice Correia da Costa de Serpa Pinto * 1.4.1893 cs cc II Amélia Leitão de Azevedo * 15.11.1916 ss
Maria da Conceição Burnay de Melo Breyner * 13.11.1904 cc Francisco Freire Cabral Cabral Metelo * 23.1.1900 cs
Isabel Maria de Melo Breyner * 10.12.1907 cc I João do Casal-Ribeiro Ulrich ss cc II Francisco de Paula de Sousa Faria Girão ss

A nossa familia vem do filho nº 3 o Avô Zé como lhe chamávamos e que irá aqui ser tratado à parte.

domingo, setembro 25, 2005

Duarte Assis teixeira

Duarte Mello Breyner Assis Teixeira

11 anos

António

Chamo-me Antonio Maria Mello Breyner Assis Teixeira.Sou filho da Marta,neto do Tomás.
Tenho 10 anos(11 em Novembro)e ando nos salesianos no 6ºano

sábado, setembro 24, 2005

HOMENAGEM AO PAI / AVÔ


TOMAZ MARIA PINTO LEITE DE MELLO BREYNER

24.2.1930
3.9.2005

Estamos aqui a celebrar
Todos juntos a cantar
As memórias que nos traz
O nosso querido Avô Tomaz

Não chores mais
Ele esta bem
Com os amigos no além
Juntemos a nossa oração
Pelo avô do coração

(Manuel Maria de Mello Breyner Assis Teixeira)
A MORTE NADA É
Eu estou apenas noutro lado
Eu, sou eu, tu és tu.
Aquilo que éramos um para o outro
continuamos a ser.
Chamem-me como sempre me chamaram.
Falem-me como sempre me falaram.
Não mudem o tom da vossa voz,
Não façam ar solene ou triste.
Continuem a rir daquilo que juntos nos fazia rir.
Brinquem, sorriam, pensem em mim,
rezem por mim.
Que o meu nome seja pronunciado em casa como sempre foi:
Sem qualquer ênfase
Sem qualquer sombra.
A vida significa o que sempre significou.
Ela é aquilo que sempre foi.
O “fio” não foi cortado.
Porque é que eu
estando longe do vosso olhar
estaria longe do vosso pensamento?
Espero-vos, não estou muito longe,
somente do outro lado do caminho.
Como vêm
ESTÁ TUDO BEM

AS ARMAS


As armas dos Melos derivam das dos «de Riba de Vizela» e são: de vermelho, uma cruz dupla ou dobre cruz de ouro, acompanhada de seis besantes de prata; bordadura de ouro. Timbre: uma águia estendida de negro, besantada de prata.

O NOSSO BISAVÔ


D. Tomás de Melo Breyner

Médico de D. Carlos I e 4.º conde de Mafra.
Nasceu em Lisboa, em 2 de Setembro de 1866; morreu na mesma cidade em 24 de Outubro de 1933.

Filho segundo dos 2.os condes de Mafra, e irmão mais novo do 3.º conde, Francisco de Melo Breyner, que morreu em 1922, foi 4.º conde por autorização de D. Manuel II no exílio.
O pai tinha sido comandante do batalhão de caçadores 5, de que os reis de Portugal desde D. Pedro IV eram comandantes honorários, sendo no Castelo de S. Jorge, quartel do batalhão, que Tomás de Melo Breyner nasceu. Estudou no Colégio Académico Lisbonense, tendo frequentado a Escola Politécnica e posteriormente a Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa, no Campo de Santana, tendo sido interno dos hospitais nos últimos anos do curso.
Especializou-se em França, tendo concorrido em 1893 a médico do hospital de S. José, ano em que foi nomeado médico da real câmara por D. Carlos I. Nestas funções acompanhou a rainha D. Amélia a Paris em 1894, e a rainha viúva D. Maria Pia a Itália em 1901.
Em 1897 foi como secretário do Dr. Sousa Martins ao Congresso sobre peste bubónica que se realizou em Veneza. Em 1903 representou Portugal no Congresso Internacional de Medicina de Madrid, em em 1905 no realizado em Paris. Em 1906 o Congresso reuniu-se em Lisboa e D. Tomás de Melo Breyner foi eleito secretário da comissão executiva.
Foi deputado na legislatura de 1906-1907, e director de serviço clínico nos Hospitais Civis de Lisboa.
Casou em 1894 com Sofia Burnay, filha mais nova dos 1.os condes de Burnay, tendo tido nove filhos.


Sugiro que para melhor conhecimento da personalidade do nosso Bisavô visitem esta página

http://www.ensp.unl.pt/luis.graca/textos178.html

Historia dos Breyner

MELLO BREYNER
Família que fixou este apelido na descendência de Francisco José de Melo, 3º senhor de Vila Verde de Ficalho * 2.9.1716 e de sua mulher D. Isabel Josefa de Breyner e Menezes, 1ª condessa de Ficalho * 14.4.1719, filha de D. Diogo de Menezes e Tavora, senhor de Patameira e Torre de Caparica e de Maria Bárbara Josefa, condessa de Breyner * 28.8.1690.
A varonia é, no entanto, de Silva uma vez que o acima referido Francisco José de Melo era filho de António Teles da Silva e neto dos 2ºs marqueses de Alegrete, Fernando Teles da Silva e D. Helena de Noronha, tendo adoptado o apelido de Melo por herdar de sua mãe, Teresa Josefa Tavora de Melo o senhorio de Vila Verde Ficalho.
( Sabiam que só nós e os Sobrais é que temos varonia Silva? - É uma varonia da qual nos devemos orgulhar pois tem mais de 1.000 anos, e se virem no Genea Portugal esta nossa varonia está toda documentada até PELAIO GUTERRES DA SILVA que nasceu no ano 1.000)
MELLO

Deriva este nome de uma alcunha e a família que o adoptou por apelido é da mais remota e nobre ascendência.
Deriva ela, com efeito, de D. Soeiro Reimondes, o Merlo - ou «melro» -, (contemporâneo dos reis D. Afonso III e D. Dinis) que era o chefe de linhagem dos «de Riba de Vizela» e, por esta via, da dos «da Maia».
Vindo para o Sul, fundou na Beira a vila de Merlo, depois Melo, sendo dela senhor, bem como de Gouveia.
Do seu casamento com D. Urraca Viegas, filha de D. Egas Gomes Barroso e de sua mulher D. Urraca Vasques de Ambia, teve descendência na qual se fixaria o nome Melo.
Mantem-se, na actualidade, o uso por parte de várias famílias, da grafia Mello. Na impossibilidade de saber com exactidão quem assim assina ou está registado e também por uma questão de uniformidade de critérios, adoptamos aqui a grafia moderna, i.e., Melo.
BREYNER


Família de nobreza ancestral da Stíria de que se conhece a existência documentada cerca do ano de 1200 com Gundakarus de Prun.
A filiação comprovada começa com Filipe Prewner, que morreu entre 1456 e 1458 e teve, do seu primeiro casamento com Verónica von Graben, um filho, João, de quem descendem os deste apelido.
Apelido que conheceu várias grafias, evoluindo de Prun para Prewner, Preiner, Prewner, Breuner , Breunner, e finalmente Breyner.
Criados barões do Sacro Império (Viena 1550), foram elevados a condes em 1693.
Um decreto publicado em Viena de Áustria em 11-5-1771 atribui a casda um dos membros da família detentores do fidéicommis de Grafenegg e Neuaigen, na Baixa Áustria, herdado da família condal von Enkevoirt entretanto extinta, o direito ao uso do nome composto de Breunner-Eikevoirth.
Em Portugal, onde a grafia foi mantida em Breyner, a família que usa este apelido - quase sempre na forma composta Melo Breyner - descende da condessa Maria Bárbara Josefa de Breyner que aqui casou com D. Diogo de Menezes e Tavora, senhor de Patameira e Torre de Caparica.

Ajuda de berço

cara familia,

http://www.jazzcidadania.org/

vao a este site, e cliquem, recebi um mail a pedir muito, nao custa um voto todos os dias!!

Obrigado

Auto apresentação

Cara familia,

Passo a responder as vossas questoes, Para que ter um blog? a resposta é que podemos comunicar mais e podemos por um bocado da historia da nossa familia. Também criei este blog porque ha muitas familias que têm blogs e nós como grande familia que somos não podemos ficar para traz. Se quiserem participar na evoluçao deste blog mandem emails para mim que eu dou o dominio com muito gosto!
Espero que gostem da ideia e que colaborem para a evoluçao positiva deste blog.

Bjs e Abraços

Fica aqui o meu e-mail para me requisitarem dominios:

tmb5300@hotmail.com

Apresentação

Bem vindos ao mais recente blog da familia Mello Breyner
Espero que gostem e que todos participem